domingo, 6 de outubro de 2013

Leitura Crítica da Mídia: CRIANÇAS - Campanha de Doação de Medula Óssea pelo Youtube



Ao som de What doesn’t kill you make you stronger (O que não te mata, te faz mais forte), da música Stronger, cantada por Kelly Clarkson, pacientes, pais, médicos e funcionários do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, Paraná, fizeram um vídeo para estimular o transplante de medula óssea no Brasil. Publicado  no Youtube, em menos de 48 horas ele já tinha sido visto por mais de 26 mil pessoas. A ideia do vídeo foi uma iniciativa de Hermes Lima Ribeiro, irmão do hematopediatra Lisandro Lima Ribeiro. Ele estava em Nova York para trazer a medula coletada de um doador e lá tocava essa música no rádio o tempo todo. Quando voltou ao Brasil, pesquisou na Iinternet, e o primeiro resultado da busca foi um vídeo produzido pelo Children’s Hospital em Seattle, feito pelas crianças internadas. Hermes e Lisandro tiveram a ideia de fazer um vídeo semelhante para estimular a doação de medula óssea. É um exemplo de como a Internet, e mais especificamente o Youtube, podem ser usados para beneficiar a sociedade. 

Leitura Crítica da Mídia: CRIANÇAS - "Os otimistas revolucionários" da Índia



E se você vivesse num lugar que não aparece no mapa? Essa pergunta gerou o documentário The Revolutionary Optimists (Os Otimistas Revolucionários), que mostra como crianças das favelas de Kolkata, na Índia, criaram seu próprio mapa, pois suas casas não apareciam no Google Maps. O objetivo era também organizar uma campanha de vacinação contra a poliomielite. Graças a esta iniciativa, e aos chamados feitos pelas crianças com um megafone de papelão, 80% das crianças foram vacinadas e a população de Kolkata deixou de ser "invisível". Para isso, foram usados um GPS e um celular fornecidos por um integrante do atual projeto Map Your World (mapeie o seu mundo), uma plataforma multimídia que coloca as novas tecnologias nas mãos de agentes jovens transformadores, permitindo a eles mapear, rastrear e melhorar a saúde de suas comunidades - e então compartilhar suas histórias de transformação entre eles e com o mundo. O projeto começou por inspiração de Os Otimistas Revolucionários